Fabricante do software líder mundial em análise de risco e de decisão
ENGLISH I ESPAÑOL I PORTUGUÉS I FRANÇAIS I DEUTSCH I 日本語 I 中文 I РУССКИЙ
Estudos de Caso


Previsões quantitativas de análise de risco podem ser usadas com sucesso como ferramenta essencial no processo de aprovação de projetos de grande porta de uma organização; o @RISK demonstrou ser uma boa ferramenta para modelagem de risco nos principais projetos de defesa do Reino Unido.
Martin Hopkinson,
desenvolvedor líder do
Project Risk Maturity Model

Ministério da Defesa do Reino Unido realiza projetos dentro de prazos e orçamentos definidos por meio de previsões e análises de risco efetuadas com o @RISK

O Ministério da Defesa (MoD) do Reino Unido conseguiu aumentar substancialmente o número de projetos concluídos dentro do prazo e do orçamento como resultado do uso de um modelo de maturidade para gerenciamento de risco em projeto (RMM – Risk Maturity Model) para aprimorar a modelagem de riscos em projetos.

Ao usar o exemplo do MoD para explicar o princípio subjacente ao RMM do projeto, este estudo de caso demonstra que a utilização conjunta do @RISK (que demonstrou ser uma boa ferram Etna para modelar risco em outros projetos de defesa de grande porte) e do Project RMM aumenta a segurança de que os modelos de risco foram desenvolvidos com base em um processo de gerenciamento de risco capaz. Esse conceito pode ser aplicado em uma variedade de setores industriais.

Validação da qualidade dos inputs em modelos com simulação de Monte Carlo
A validade das previsões feitas usando modelos baseados em risco depende da qualidade dos dados de input. Gerentes sempre estão cientes disso e, portanto, sabem da necessidade de garantir que as previsões produzidas por análises de Monte Carlo sejam realistas. Uma das abordagens usadas para obter essa segurança é medir a capacidade do processo de gerenciamento de risco que foi usado para produzir os modelos de risco. TO modelo de maturidade para gerenciamento de risco em projetos (RMM) efetua essa medição e comprovadamente ajuda a produzir modelos de risco que resultam em previsões realistas, inclusive modelos baseados no @RISK, o software de análise de risco da Palisade.

Este estudo de caso se baseia em projetos de grande porte da compra de equipamentos de defesa pelo Ministério de Defesa (MoD) do Reino Unido. Depois de usar o RMM em projetos que, em conjunto, representaram um valor de mais de £60 bilhões, foi demonstrado que os modelos de risco usados para o processo de aprovação dos projetos se tornaram mais confiáveis e mais realistas.

Como reforçar a análise do @RISK com o Project RMM
Martin Hopkinson foi o principal desenvolvedor do Project Risk Maturity Model e serviu como consultor e supervisor durante o uso do RMM pelo MoD. Ele comentou o seguinte: “O @RISK é uma boa ferramenta para análise de risco relacionada a custo e valor presente líquido (NPV). A capacidade do software é incrementada com o uso do ERM para verificação de que o processo usado na obtenção dos dados de input foi suficientemente adequado. Isso é especialmente importante em projetos de grande porte e alto risco, como os que são financiados pelo MoD, já que as decisões de autorização dos projetos podem ser muito dispendiosas.”

Análise de risco no MoD
Os projetos de equipamentos do MoD incluem o desenvolvimento e 'produção de novos equipamentos militares para o Exército, a Marinha e as Forças Aéreas do Reino Unido. Com frequência, o risco desses projetos grandes e complexos é ainda maior devido a objetivos que tendem a forçar os limites da viabilidade técnica. Consequentemente, o MoD coloca muito empenho no processo de gerenciamento de risco dos projetos. Previsões baseadas em risco produzidas por análises de Monte Carlo são necessárias como parte do processo de aprovação dos projetos.

Medidas preventivas contra previsões de risco muito otimistas
Em 2001, o MoD reconheceu que muitos de seus projetos eram concluídos após o prazo e acima do orçamento. A causa foi identificada como previsões excessivamente otimistas nas fases iniciais das análises de risco, que levavam os projetos a serem aprovados sem serem adequadamente escrutinizados. Essa revelação fez com que o MoD investisse em uma ferramenta para medir a capacidade de gerenciamento de risco e identificar medidas para melhorar a situação. O Project RMM foi escolhido por ser a melhor ferramenta para essa tarefa.

Linking RMM assessments, Monte Carlo analysis and project approvals
O Project RMM avalia cada projeto classificando-o em um de quatro níveis de capacidade de gerenciamento de risco, sendo que o ideal é o nível 4. Ele também identifica os aspectos do processo do projeto que precisam ser priorizados para melhorá-lo. Quando o RMM foi usado pela primeira vez para avaliar projetos do MoD, tornou-se evidente que melhorar a capacidade de modelagem da análise de Monte Carlo seria uma prioridade em muitos projetos. Em resposta a isso, o MoD investiu em novas atividades de consultoria, treinamento em habilidade e garantia da qualidade da modelagem.

Em 2004, o MoD introduziu uma nova regra estipulando que, antes de passar pelo ponto principal de aprovação do projeto (Main Gate), os projetos teriam que ser avaliados para verificar se alcançaram o nível 3 ou 4 no Project RMM. Também teria de ser demonstrado que alcançaram no mínimo o nível 3 quanto à capacidade de estimativa do risco, com base em um subconjunto selecionado de perguntas do modelo de maturidade do gerenciamento de risco. 

A combinação da prática de modelo de Monte Carlo e da garantia baseada em RMM teve resultados positivos. Desde 2004, houve uma melhoria pronunciada no número de projetos concluídos dentro do prazo do cronograma aprovado e dos objetivos de custo. Essa melhoria pode ser vista nos relatórios anuais dos projetos principais (MPR) publicados pelo National Audit Office.

Lições aprendidas
Hopkinson concluiu o seguinte: “Previsões quantitativas de análise de risco podem ser usadas com sucesso como ferramenta essencial no processo de aprovação de projetos de grande porta de uma organização; o @RISK demonstrou ser uma boa ferramenta para modelagem de risco nos principais projetos de defesa do Reino Unido. Contudo, o trabalho de análise de risco é ainda melhor quando há garantia de que os modelos de risco foram desenvolvidos por meio de um processo de gerenciamento de risco bem-fundamentado. O Project RMM fornece essa validação importante.”

Martin Hopkinson é autor do livro: ‘The Project Risk Maturity Model – measuring and improving risk management capability’ publicado em 2011 pela Gower. Mais informações podem ser encontradas em www.rmcapability.com

» @RISK



Palisade Brasil
Praia de Botafogo,
nº 501 Sala 101, Botafogo
22250-000 Rio de Janeiro-RJ
+55 (21) 3958 1443
+1 607 277 8000 x318 tel
800 432 7475 x318 E.U.A.
vendas@palisade.com
Palisade
800 432 RISK (US/Can)
+1 607 277 8000
sales@palisade.com
www.palisade.com
Palisade EMEA & India
+44 1895 425050
salesEMEA@palisade.com
www.palisade.com
Palisade Asia-Pacific
+61 2 8249 8239
salesAP@palisade.com
www.palisade.com
Palisade アジア・
パシフィック
東京事務所
+81 3 5456 5287 tel
sales.jp@palisade.com
www.palisade.com/jp/
Palisade Latinoamérica
+1 607 277 8000 x318
800 432 RISK (EEUU/Canadá)
+1 607 277 8001 fax
+54 (11) 5252-8795 Argentina
+56 2581-3492        Chile
+507 836-5675        Panamá
+52 55 5350 2852   México
+51 1 708-6781       Perú
+57 1 508-5187       Colombia
servicioalcliente@palisade.com
ventas@palisade.com
www.palisade-lta.com