Fabricante do software líder mundial em análise de risco e de decisão
ENGLISH I ESPAÑOL I PORTUGUÉS I FRANÇAIS I DEUTSCH I 日本語 I 中文 I РУССКИЙ
Live Chat
Estudos de Caso
Gigante do Aço Usa @RISK para Gerenciar Fechamento de Fornalhas

Gerenciamento de Risco é o processo de identificar, analisar e mitigar risco. Este processo tem sido conduzido de uma forma bastante improvisada, sem nenhuma estrutura real de procedimentos. Uma abordagem de projeção maior foi assumida pela gigante do aço Corus quando conduziu um reparo intermediário de grande escala para a maior fornalha a vapor da Europa, localizada na Teesside Works em Redcar, England. O programa de trabalho era de alto perfil pois a fornalha é a único unidade de fabricação de ferro em toda a Teesside Works. Durante o período de reparo, todas as operações de fabricação e moldagem de aço em Lackenby e ore sintering em Redcar cessaram.

Corus buscou a ajuda da HVR Consulting Services Ltd, especialistas reconhecidos no campo de Gerenciamento de Risco, para conduzir uma série de avaliações de riscos de projeto e negócio. As avaliações de risco de projetos tinham como objetivo assegurar que todos os riscos para o projeto foram identificados e analisados, e o @RISK foi usado como a ferramenta para analisar as escalas de tempo dos projetos. A variabilidade da duração de atividades no plano de projeto foi combinada com riscos do Registro de Riscos para criar um modelo de risco. Este modelo foi então analisado usando o @RISK não apenas para prever os prováveis resultados do projeto, mas também para identificar áreas chaves necessitando atenção da direção e oportunidades para reduzir o cronograma.

As avaliações de negócio forma conduzidas por toda a seção Comercial e Industrial (C&I) da Corus, para avliar o impacto da saída de operação da fornalha na companhia. Estas avaliações de negócio identificaram, novamente, riscos chave para o negócio da Corus, reunindo riscos comerciais, financeiros, técnicos e logísticos. Um modelo de processo foi desenhado usando o @RISK para modelar e prever a produção nas facilidades de negócio da C&I, incorporando o efeito dos riscos identificados. Estes resultados foram então usados para fornecer o Comitê de Gerenciamento da fornalha com informações sobre as necessidades de estoques de aço, permitindo que as decisões comerciais e de produção fossem feitas e testadas.

O projeto foi considerado pela Corus um grande suscesso. O realinhamento da fornalha foi completado em 68 dias e 9 horas, o que ficou dentro da janela de tempo extremamente agressiva de 70 horas. A cada dia a produção perdida costaria à Corus uma quantidade significativa em produção perdida, de forma que uma parada com duração mínima era essencial.

A questão chave de estoque de barras para alimentar os moinhos de aço enquanto a fornalha estava fora de operação foi também um sucesso. O negócio operou com um estoque “mínimo irredutível”, para considerar as flutuações imprevistas na produção da fornalha, performance da moldagem de aço e requisitos de ação. No final do reparo o negócio tinha um leve excesso acima do mínimo irredutível, causado principalmente por uma redução de ordens em um dos moinhos durante o período de saída.

Um encontro subsequente dos membros do Comitê de Gerenciamento da fornalha ocorreu para identificar os itens que foram críticos para o sucesso do projeto e identificar lições a serem aprendidas. As técnicas de análise de risco para a escala de tempo (usando o @RISK) foram consideradas ferramentas disciplinadas úteis, dando uma idéia da duração da saída e apoiando o gerenciamento de risco do negócio. O fato de que a duração da saída foi chave para o sucesso do projeto significou que a análise de risco do cronograma foi de uso imediato pois ajudou o plano de negócios a obter uma duração realista da saída de operação.

A avaliação de risco do negócio, e em particular o modelo de processo do @RISK foi visto como um dos maiores fatores críticos de sucesso. O modelo de processo permitiu que os níveis de fabricação de ferro anteriores à saída da fornalha e a taxa de comissionamento a serem analisadas realisticamente, incluindo os efeitos dos riscos ao negócio e a incerteza na duração de saída de operação.

» @RISK
» Corus Steel



Palisade Brasil
Praia de Botafogo,
nº 501 Sala 101, Botafogo
22250-000 Rio de Janeiro-RJ
+55 (21) 3958 1443
+1 607 277 8000 x318 tel
800 432 7475 x318 E.U.A.
vendas@palisade.com
Palisade Corporation
800 432 RISK (US/Can)
+1 607 277 8000
sales@palisade.com
www.palisade.com
Palisade EMEA & India
+44 1895 425050
salesEMEA@palisade.com
www.palisade.com
Palisade Asia-Pacific
+61 2 9252 5922
salesAP@palisade.com
www.palisade.com
Palisade アジア・
パシフィック
東京事務所
+81 3 5456 5287 tel
sales.jp@palisade.com
www.palisade.com/jp/
Palisade Latinoamérica
+1 607 277 8000 x318
800 432 RISK (EEUU/Canadá)
+1 607 277 8001 fax
+54 (11) 5252-8795 Argentina
+56 2581-3492        Chile
+507 836-5675        Panamá
+52 55 5350 2852   México
+51 1 708-6781       Perú
+57 1 508-5187       Colombia
servicioalcliente@palisade.com
ventas@palisade.com
www.palisade-lta.com